PUBLICADO EM: 02/02/2013

Beyoncé será headliner na noite de abertura do festival no Brasil

Capa

A cantora norte-americana Beyoncé, considerada a maior atração pop no mundo, anunciou na madrugada desta segunda-feira, durante sua apresentação no Super Bowl 2013 — final da liga nacional de futebol americano —, a sua participação no Rock in Rio. O comunicado pela artista foi feito simultaneamente ao da organização do festival, que confirmou a informação em seu site oficial (www.rockinrio.com.br). A artista, uma das mais votadas numa pesquisa realizada pelo Rock in Rio, subirá ao Palco Mundo na primeira noite do evento, dia 13 de setembro. A sua última atuação no Brasil aconteceu em 2010, quando fez cinco espetáculos na turnée mundial “I Am… Tour”.

Beyoncé faz parte da lista dos 100 maiores artistas de todos os tempos, ocupando o quarto lugar dos melhores da década de 2000. No Grammy Awards de 2010, Beyoncé tornou-se a artista feminina mais premiada numa única edição ao ganhar seis das dez categorias em que concorria. A cantora tem no total 16 Grammys, sendo 13 em carreira a solo e três com o grupo R&B Destiny’s Child, e é uma das artistas que mais ganhou este galardão. A norte-americana é recordista em vendas, foram mais de 75 milhões de discos no mundo todo, número que cresce para 100 milhões se juntar as vendas do grupo que alavancou sua carreira.

Desde pequena, Beyoncé está relaciona com o meio artístico. Criada no Texas pelo pai, empresário e executivo musical, e pela mãe, figurinista e hairstylist, começou a cantar ainda em criança. Em 1997, aos 16 anos, iniciou a carreira como vocalista do grupo feminino de R&B Destiny’s Child, que vendeu mais de 50 milhões de discos em todo o mundo, ficando conhecida mundialmente.

Em paralelo com a banda Destiny’s Child, em 2003, a artista lançou a sua carreira a solo, com o álbum “Dangerously in Love”, alcançando o topo do sucesso. No ano seguinte, a cantora foi premiada com cinco Grammy Awards. Em 2005, o grupo separou-se, e Beyoncé manteve sua carreira independente. Os discos seguintes “B-day” (2006) e “I Am… Sasha Fierce” (2008) atingiram grande sucesso comercial, tendo o último conquistado certificação como disco de diamante. O último álbum de estúdio foi lançado no ano passado. Com o título 4, este foi o primeiro em que ela trabalhou sem a administração de seu pai Matthew Knowles, seu ex-empresário.

Em 2009, foi eleita pela revista Forbes a artista mais rica do mundo com menos de 30 anos de idade. Em 2011, a mesma revista a elegeu a mulher afro-americana mais poderosa dos Estados Unidos.

OUTRAS NOVIDADES