Rock in Rio 2013: Cidade do Rock entra nos últimos preparativos

10.09.2013 4 ANOS ATRÁS

Rock in Rio 2013: Cidade do Rock entra nos últimos preparativos

coletiva_@_cidade_do_rock___ihateflash_(8)

O festival divulgou ontem, dia 9 de setembro, num evento de Preview da Cidade do Rock, os horários das apresentações de cada artista que atuará na Cidade do Rock — nos palcos Mundo, Sunset, Eletrónica e também na Rock Street — e deu dicas sobre como aproveitar o evento da melhor forma.

Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, deu as boas vindas aos convidados na Área VIP e apresentou o mapa da Cidade do Rock. Roberto Medina recebeu ainda a certificação ISO 20121, pelos esforços feitos por de um mundo melhor.

Faltam poucos dias para o início da 13ª edição do Rock in Rio. As obras na Cidade do Rock já estão na fase final de construção para a abertura dos portões ao público, no dia 13 de setembro. Atualmente, cerca de 2.000 pessoas trabalham numa área de 150 mil m2. A programação do Rock in Rio 2013, que acontece nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro, conta com mais de 160 artistas, além de diversões, lojas e restaurantes. Ao todo, serão 91 horas de festa durante os sete dias de festival, para um público de 595 mil pessoas (85 mil por dia).

Mais de 90 horas de música ao longo de sete dias e um público de 595 mil pessoas presentes na Cidade do Rock para acompanhar de perto mais de 160 atrações. Assim foi o Rock in Rio 2013, que aconteceu nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro.

A gestão dos resíduos gerados durante o evento foi feita pela pelo Instituto Doe Seu Lixo. Ao longo dos sete dias de Rock in Rio foram geradas 183 toneladas de resíduos. Desse total, 35,7 toneladas são resíduos recicláveis (latas, papelão e vidro) que já saíram da Cidade do Rock separados e cuja venda beneficiará 29 cooperativas registradas na Comlurb.

Além disso, 71 toneladas de lixo orgânico foram levadas para a Usina do Caju para compostagem e será transformada em adubo orgânico para projetos de reflorestamento. Já cerca de 77 toneladas de material potencialmente reciclável foram para a Estação de Transferência de Jacarepaguá e serão divididas e doadas para 10 cooperativas com capacidade de triagem.

Ao longo de todos esses anos, o investimento na marca ultrapassou US$ 495 milhões. Além disso, mais de US$ 16, 8 milhões foram investidos em projetos sócio-ambientais. Mais do que números expressivos de público e investimento, o Rock in Rio movimentou a economia dos lugares por onde passou: foram gerados mais de 138 mil empregos ao longo desses 28 anos.

Em Espanha, o festival é top of mind, ultrapassando a Formula 1. Na edição de 2013, o Rock in Rio trouxe 46% do público de fora do estado do Rio. O impacto econômico da edição de 2013 para a cidade, divulgado pela Riotur, é de R$ 1 bilhão, e a ocupação hoteleira perto de 90% no período.

rock in rio brasil 2013 em números